16.2.09

thumbs up!




22-11-2004

Na primeira vez que te vi,
o rádio tinha acabado de me deixar
nas mãos que empunhavam arcos
em "flores em você".
então, vi flores em você.
e daí pra frente,
não vi aquelas flores
em nenhum outro lugar.

Na segunda vez que te vi,
você me perguntou uma coisa boba
que te respondi com outra coisa boba
e todas nossas coisas bobas
eram tão boas juntas
que nós tivemos que tentar
ser bobos juntos pra ver no que dava...

e deu no que deu....

mas isso foi na terceira vez que eu te vi.

Na quarta vez que eu te vi,
você não era a mesma,
eu não era o mesmo
e nem mesmo o mundo era o mesmo.
e achamos bom assim.
mas não era o fim
nem pra você
nem pra mim

na quinta vez que eu te vi,
olhar não adiantava
porque você não estava
mas eu te vi mesmo assim:
nas cores do mundo
e no raso profundo
abismo de mim

depois da sexta, não sei.
parei de contar.

deixei a última pra amanhã
porque amanhã acordo cedo
e sempre paro, aqui, no hoje
e, lá adiante, nunca chego.

0 comentários: